Jogos Tradicionais
Jogo da Péla

Pratica-se durante a Quaresma. Joga-se com duas equipas constituídas por igual número de jogadores (até doze por equipa), um terreno amplo e livre de obstáculos, um banco ou uma pedra achatada (o chamado “pelão”) e uma péla (bola feita com trapos, forrada a pano).
Uma das equipas, geralmente designada por “equipa de baixo” dispõe-se atrás do pelão. Os elementos da “equipa de cima” dispersam-se pelo campo de jogo, pelo menos a uma distância de cinco metros relativamente ao pelão. Um dos jogadores da equipa de baixo inicia o jogo lançando a péla ao ar com uma das mãos e batendo-a com a outra para a frente, em direcção ao campo dos adversários. Se um destes agarrar a péla directamente no ar, “queima”, ou seja, elimina o jogador que a bateu. Se a péla for apanhada depois de ter batido no solo, um dos jogadores da equipa de cima irá lançá-la em direcção ao pelão. No caso de acertar no mesmo, “queima” o jogador que a bateu. Não lhe acertando, a equipa de baixo ganha um ponto, sendo o mesmo jogador a bater a péla.
O jogo termina aos trinta e um pontos. As equipas mudam de campo quando a equipa de baixo tiver todos os seus jogadores “queimados”, ou para reiniciar um novo jogo.
© Copyright Freguesia Casal Vasco 2008-2017