História
Consultando o livro “Terras de Algodres” (pág. 60), a palavra “vila” era sinónima de quinta, aldeia e lugar, e segundo Colunela, chamavam-lhe vila urbana, se tinha bom prédio de habitação para o senhor, vila rústica se apenas tinha casa mais modesta para habitação do rendeiro, e vila frutuária se só tinha celeiro.
Assim se tinham formado vilas agrícolas em Fornos, Casal Vasco e Algodres com gentes descidas da Rasa de Infias.
Estas quintas ou vilas agrícolas teriam surgido durante a permanência dos Romanos, Godos ou Árabes, Alcoton, Algodrons, Algodres, Algodrium (Algodres); Cortiçolo, Cortissolo (Cortiço), Casal de Vasco (Casal Vasco); Campo da Matança Grande (Matança), etc., foram-se desenvolvendo e aumentando com a construção de currais celeiros, encerradouros, cabanas, cortinhais e outros casebres próprios e necessários a uma quinta agrícola.
A par destas construções para recolha de gados, utensílios e colheitas, foram-se edificando casas de habitação para os colonos, que iam afluindo e se fixavam conforme as necessidades resultantes do desenvolvimento da exploração agrícola; e assim as vilas rústicas ou granjas se foram transformando em casais, como Casal de Vasco, Casal do Monte e em aldeias.
Segundo esta descrição, a povoação começou por ser um casal ou aglomerado de casas, que por ter pertencido a um senhor chamado Vasco, se começou a chamar de “Casal de Vasco” e daí a origem ao seu actual nome. Em 1527 o Casal Vasco tinha 35 fogos e designava-se de “Casal Vasio”.
Teve um curral do concelho, que, com a extinção do concelho de Algodres, passou para a Câmara de Fornos, que o vendeu em 1862.
A Escola Primária foi criada por decreto de 18 de Novembro de 1880, e publicado no Diário do Governo n.º 267 de 22 de Novembro do mesmo ano.

A povoação do Ramirão (foi também designada por Ramyrão) foi freguesia da invocação de S. Sebastião, a qual foi anexada à do Casal Vasco em 1839, e definitivamente extinta em 1859. Em 1527 tinha 22 fogos e em 1747, 29 fogos e oitenta moradores.
A percentagem de população com menos de quinze anos e de cerca de 15%, a população activa corresponde a 55%, e a população com mais de 65 anos atinge os 30%.
© Copyright Freguesia Casal Vasco 2008-2017